Pilar Físico

Dica do Pura – Receitinhas de Suco Detox

Imagem Postado em

12195955_10153261061344639_6582977303030678946_n

Anúncios

9 Dicas para controlar a vontade de comer doces!

Postado em Atualizado em

Confira dicas preciosas para reduzir aquela vontade imensa de comer doce toda hora!
 
  1. MUDE SUA ROTINA. Procure se lançar em tarefas desafiadoras (porém prazerosas) exatamente nos horários mais críticos. Ocupar-se é, quase sempre, uma boa saída para fugir da mania de mastigar.
  2. DESCUBRA OS MOTIVOS QUE LEVAM A BELISCAR. Se ficar diagnosticado ansiedade, faça psicoterapia. Um profissional dessa área pode mostrar o caminho para identificar as raízes do vazio emocional que você está preenchendo à mesa.
  3. TENHA HORÁRIOS PARA FAZER SUAS REFEIÇÕES. É imprescindível fazer todas: café e lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia. Adote intervalos de pelo menos duas horas entre elas – isso faz com que a fome nunca venha intensa.
  1. BUSQUE MOMENTOS PRAZEROSOS. Matricule-se em um curso de teatro, de artesanato ou agende uma massagem terapêutica. Atividades criativas e relaxantes são um canal para descarregar a ansiedade e suprir carências.
    01-comer-demais-faz-mal-maisbyte
  2. NADA DE DIETAS EXAGERADAS. Elas normalmente provocam efeito sanfona e costumam funcionar por tempo limitado. Ou seja, ao terminar as restrições a pessoa tende a engordar, às vezes até mais do que antes de fazer o regime.
  3. NÃO CONSUMA DOCES EM JEJUM OU NO MEIO DA TARDE. Prefira ingeri-los após o almoço, como sobremesa, assim você evita picos agudos de glicose no sangue – que leva à vontade de consumir muito mais açúcar.
  4. INTRODUZA LANCHES SAUDÁVEIS NO CARDÁPIO. Se ingerir uma maçã à tarde lhe parece uma missão complicada, tente uma barra de cereais com cobertura de chocolate, queijo Polenguinho, biscoito doce sem recheio ou mesmo um sanduíche light.
  5. SUE A CAMISA. Malhar o corpo é uma excelente solução. Ocupa o tempo e ainda alivia o estresse e a ansiedade, porque leva à produção de endorfina, uma substância do organismo que promove a sensação de bem-estar.
  6. PROCURE REDUZIR AS PORÇÕES. Se for impossível se render aos petiscos, separe uma quantidade menor de biscoitos. Em vez do pacote todo, fique só com três ou quatro unidades. A barra de chocolate inteira pode ser dividida em pequenas partes.

Você sabe o que é fibromialgia ?

Postado em Atualizado em

medico
O termo fibromialgia refere-se a uma condição dolorosa generalizada e crônica. É considerada uma síndrome porque engloba uma série de manifestações clínicas como dor, fadiga, indisposição, distúrbios do sono . No passado, pessoas que apresentavam dor generalizada e uma série de queixas mal definidas não eram levadas muito a sério. Por vezes problemas emocionais eram considerados como fator determinante desse quadro ou então um diagnóstico nebuloso de “fibrosite” era estabelecido. Isso porque acreditava-se que houvesse o envolvimento de um processo inflamatório muscular, daí a terminação “ite”.
Atualmente sabe-se que a fibromialgia é uma forma de reumatismo associada à da sensibilidade do indivíduo frente a um estímulo doloroso. O termo reumatismo pode ser justificado pelo fato de a fibromialgia envolver músculos, tendões e ligamentos. O que não quer dizer que acarrete deformidade física ou outros tipos de seqüela. No entanto a fibromialgia pode prejudicar a qualidade de vida e o desempenho profissional, motivos que plenamente justificam que o paciente seja levado a sério em suas queixas. Como não existem exames complementares que por si só confirmem o diagnóstico, a experiência clínica do profissional que avalia o paciente com fibromialgia é fundamental para o sucesso do tratamento.
A partir da década de 80 pesquisadores do mundo inteiro têm se interessado pela fibromialgia. Vários estudos foram publicados, inclusive critérios que auxiliam no diagnóstico dessa síndrome, diferenciando-a de outras condições que acarretem dor muscular ou óssea. Esses critérios valorizam a questão da dor generalizada por um período maior que três meses e a presença de pontos dolorosos padronizados.
Diferentes fatores, isolados ou combinados, podem favorecer as manifestações da fibromialgia, dentre eles doenças graves, traumas emocionais ou físicos e mudanças hormonais. Assim sendo, uma infecção, um episódio de gripe ou um acidente de carro, podem estimular o aparecimento dessa síndrome. Por outro lado, os sintomas de fibromialgia podem provocar alterações no humor e diminuição da atividade física, o que agrava a condição de dor.
Pesquisas têm também procurado o papel de certos hormônios ou produtos químicos orgânicos que possam influenciar na manifestação da dor, no sono e no humor. Muito se tem estudado sobre o envolvimento na fibromialgia de hormônios e de substâncias que participam da transmissão da dor. Essas pesquisas podem resultar em um melhor entendimento dessa síndrome e portanto proporcionar um tratamento mais efetivo e até mesmo a sua prevenção.
Fonte e mais informações: http://www.fibromialgia.com.br/

Eu tenho diabetes. E agora?

Postado em Atualizado em

Cerca de 16 milhões de brasileiros são diabéticos, o que representa cerca de 8% do total de nossa população. Mais de 18 milhões de americanos têm diabetes e outros 41 milhões têm o chamado pré-diabetes. Você não está sozinho.

indutores-ovulacao-duvida-640

Ter diabetes é estar em uma situação complexa, mas a boa notícia é que você pode prevenir ou retardar as complicações desta doença com pequenas mudanças em seu estilo de vida. Leva tempo para adquirir as habilidades necessárias para controlá-la, mas existem especialistas que podem te ajudar. Pergunte ao seu médico onde encontrá-los. Outra opção são os grupos de suporte em diabetes, nos diversos sites de interesse existentes. Você se surpreenderá com tudo que pode aprender e verá como é fácil controlar as alterações na sua glicemia. Tudo isso vai contribuir para a melhoria no seu estilo de vida. Portanto, é necessário que você tenha uma noção básica do que está vivendo. Aqui estão algumas informações relevantes.
 O que é pré-diabetes?
É uma condição em que os níveis de glicose são mais altos que o normal, mas não tão altos para dar o diagnóstico de diabetes tipo 2 (o tipo mais freqüente). Pessoas com pré-diabetes têm maiores riscos para desenvolver diabetes tipo 2, doenças do coração e derrames (acidentes vasculares cerebrais). Uma vez cientes desta condição, podem iniciar medidas preventivas.
 O que é diabetes?
Diabetes melito tipo 2 é o tipo mais comum nos Estados Unidos. Ele afeta quase 90% das pessoas que têm diabetes. Ocorre quando o nível de glicose (açúcar) no sangue fica muito alto. A glicose é o combustível que as células do corpo usam para obter energia. O diabetes tipo 2 ocorre quando não há produção suficiente de insulina por um órgão chamado pâncreas ou porque o corpo se torna menos sensível à ação da insulina que é produzida – a chamada resistência à insulina. A insulina ajuda o corpo a levar a glicose para dentro das células. A maioria das pessoas que têm diabetes do tipo 2 apresentam idade superior a 40 anos, possuem sobrepeso e estão fora de forma. O controle de peso, o aumento da atividade física e, em alguns casos, o uso de medicamentos pode melhorar os níveis de glicose no sangue. O diabetes não pode ser curado, mas pode ser controlado. Controlando os níveis de glicose no sangue, as complicações do diabetes, como doenças do coração, cegueira e complicações renais podem ser prevenidas ou postergadas.
 Objetivos do tratamento
O objetivo principal do manejo do diabetes é o controle dos níveis de glicose no sangue. Este nível deve ser mantido entre 80-120 mg/dl antes das refeições, segundo a Associação Americana de Diabetes. Seu médico irá recomendar o nível desejado para você. Mantendo seu nível de açúcar no sangue o mais próximo possível do seu alvo, você vai conseguir manter-se saudável. Outros objetivos recomendáveis para pessoas que têm diabetes são a redução dos níveis de pressão arterial e a diminuição dos níveis de colesterol e de triglicérides (gorduras no sangue). Se eles estiverem altos, você corre mais risco de sofrer um problema no coração ou um derrame. Para os diabéticos fumantes, a melhor opção é parar de fumar. Este hábito acelera todos os problemas associados ao diabetes, porque diminui o fluxo sangüíneo e a oxigenação das células. Outro cuidado é evitar o uso de medicamentos que podem agredir o pâncreas como cortisona e diuréticos tiazídicos.
 Problemas dietéticos
A escolha da sua alimentação vai afetar o controle do seu diabetes. Alimentos que contenham açúcar natural ou adicionado vão alterar mais os seus níveis de glicose que os alimentos que têm principalmente proteína e gordura. Um nutricionista pode ajudá-lo a preparar um planejamento de refeições saudáveis com uma variedade de alimentos, levando em conta seus alimentos prediletos.
Controlar a quantidade de calorias ingeridas é importante para o controle do diabetes. Uma perda de peso de apenas 5 a 10 quilos pode fazer grande diferença no controle de seu nível de glicose sangüínea e de sua pressão arterial. Beber bastante água, ingerir alimentos ricos em fibras e comer menos gorduras irá ajudar. Observar a ingestão de sal (sódio) também auxilia se você têm pressão arterial alta (hipertensão). Limitar a ingestão de gorduras sólidas ajuda a controlar seus níveis de colesterol.
A maioria das pessoas pensa que comer a mesma quantidade de alimentos em tempos mais ou menos idênticos a cada dia ajuda a controlar seus níveis glicêmicos. Pular refeições é uma má idéia, especialmente se você usa medicamentos para diabetes. A falta de uma refeição também pode fazer com que você coma mais na próxima refeição, aumentando o ganho de calorias. Você não precisa comprar alimentos especiais para diabéticos. O planejamento de suas refeições com um nutricionista vai ser bom para você e para toda a sua família.
 Fazer uma atividade física é muito importante
Níveis sangüíneos adequados de glicose e controle de peso são difíceis de serem alcançados sem uma atividade física regular. Atividades físicas podem incluir apenas uma maior movimentação no seu dia-a-dia, dirigir menos e andar mais, trocar o elevador pelas escadas, fazer serviços de jardinagem ou passear com o seu cachorro. Todas elas aumentam o gasto de calorias.
 78568482
Um programa de atividade física regular também é muito bom. Para a perda de peso, exercícios que aumentam a freqüência cardíaca de acordo com limites estabelecidos para a sua idade ajudam a obter melhores resultados. Boas escolhas são caminhadas em ritmo acelerado, natação, exercícos aeróbios na água e ciclismo. Se você não está se exercitando regularmente ultimamente, visite um médico antes de começar. Os resultados deste checkup ajudarão a escolher a atividade mais apropriada para você. O objetivo é fazer mais de alguma coisa que você goste. Você deve praticar atividades físicas pelo menos 5 dias na semana. Exercícios com seu parceiro(a) ou com um grupo de amigos pode ajudar a aumentar sua atividade física e seu prazer. Você vai conhecer melhor seus níveis de glicose quando praticar seus exercícios sempre no mesmo horário do dia.
 Monitorização dos níveis de glicose sangüínea
A monitorização da sua glicemia é o único meio de saber se o seu diabetes está sob controle. A sua equipe médica lhe dirá a freqüência com que ela deve ser checada. Estas informações vão lhe ajudar a ver padrões de controle do seu diabetes. Se você tiver três valores nos mesmos horários a cada dia que estiverem acima ou abaixo do seu alvo, você pode mudar a sua alimentação, exercícios ou medicações habituais. Registrando suas medidas de glicemia, o que você come, o que você fez neste dia e quanto de medicamento você tomou ajudará você a identificar outros padrões.
 Mother is doing glucose level finger blood test to child
Há muitos monitores de controle disponíveis. Um farmacêutico ou um especialista em diabetes pode te ajudar a decidir qual o melhor para você. Sempre leve o seu monitor e o registro de suas glicemias com você quando for visitar o seu médico. Eles podem testar se seu monitor está funcionando perfeitamente e se você está checando-o corretamente. Também é válido levar anotadas as medicações que está usando ou, se usa insulina, qual a dose e os horários habituais. Para isso, guarde as prescrições de seu médico e exija dele que seu receituário seja feito de maneira legível.
 Escolha de medicamentos
Novos medicamentos para diabetes aparecem todos os dias. Seu médico vai decidir qual a medicação mais apropriada para você. Algumas pessoas com diabetes tipo 2 podem controlar a glicemia apenas com mudanças na alimentação ou com o aumento de atividades físicas, sem necessitarem usar medicações ou insulina por um longo tempo. As medicações precisam de modificações periódicas. Por isso, você pode ter que mudar de remédios mais de uma vez. A monitoração das glicemias é essencial para decidir quais as melhores medicações a serem adotadas.
 medico
Cada tipo de comprimido para diabetes funciona de maneira diferente. Eles não são insulina. Dentre os variados efeitos destes remédios podemos destacar a produção de mais insulina pelo pâncreas, a diminuição da absorção de carboidratos e o aumento da sensibilidade do organismo à ação da insulina. Você pode necessitar de um ou mais destes medicamentos para controlar sua diabetes.
Às vezes o controle glicêmico só é obtido com injeções de insulina. Algumas pessoas necessitam receber esta substância ao mesmo tempo em que fazem uso de medicamentos. A freqüência com que você recebe insulina depende de quanto o seu corpo ainda produz e de como o seu médico pretende controlar o seu nível glicêmico. Tipos diferentes de insulina têm tempo de ação diferente. Sua equipe médica dirá quanto de cada tipo você necessita e com que freqüência.
É importante aprender a técnica correta de uso das injeções de insulina e sempre modificar o local do corpo onde são aplicadas para evitar problemas degenerativos. Os melhores locais para aplicação são a barriga, exceto a área de 5 cm ao redor do umbigo; região superior das nádegas, face anterior e lateral das coxas, região lateral e posterior do braço.
A utilização de canetas de administração de insulina tem facilitado para o indivíduo diabético atingir um bom controle glicêmico. A precisão das doses administradas, associada à grande satisfação dos usuários deste método de aplicação, tem disseminado seu emprego em todo o mundo.

  (adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

 Mude seus hábitos e viva tranqüilo
Receber o diagnóstico de diabetes atualmente significa readaptar hábitos e estilo de vida. Os avanços científicos na área possibilitam tratamentos para todos os tipos de casos. Esta é uma oportunidade para você prestar mais atenção à sua saúde e adquirir responsabilidades sobre as mudanças que podem conduzir a vários anos de vida melhor aproveitados.
 vida-saudavel

30 Coisas Para Você Começar A Fazer Por Si Mesmo – HOJE!

Postado em

Marc e Angel são os autores de 1000 Coisas Simples que as Pessoas Felizes e com Sucesso Fazem Diferente. Aqui está a incrível lista desses dois autores de 30 coisas para começar a fazer por si mesmo. Se você gostar, não deixe de visitar o site deles para mais conselhos inspiradores para a vida.
1. Comece a passar o tempo com as pessoas certas. – Estas são as pessoas que você gosta, que amam e apreciam você, e que o incentivam a melhorar de maneira saudável e estimulante. São aquelas pessoas que fazem você se sentir mais vivo, e não só aceitam quem você é agora, mas também estão de acordo e aceitam quem você quer ser, incondicionalmente.

amigos e familia

2. Comece a enfrentar seus problemas de frente. – Não são os seus problemas que definem você, mas como você reage e se recupera deles. Os problemas não vão desaparecer se você não agir. Faça o que você puder, quando puder, e reconheça o que você fez. É uma questão de dar passos de bebê na direção certa, centímetro por centímetro. Estes centímetros contam, eles somam metros e quilômetros a longo prazo.
3. Comece a ser honesto com você mesmo sobre tudo. – Seja honesto sobre o que está bem, assim como sobre o que precisa ser mudado. Seja honesto sobre o que você quer alcançar e quem você quer se tornar. Seja honesto com todos os aspectos da sua vida, sempre. Porque você é a única pessoa que você sempre pode contar. Procure a verdade na sua alma, para que você realmente saiba quem você é. Quando você fizer isso, você terá uma melhor compreensão de onde você está agora e como você chegou aqui, e você estará melhor equipado para identificar onde você quer ir e como chegar lá. Leia O Caminho Menos Percorrido.
4. Comece a fazer da sua própria felicidade uma prioridade. – Suas necessidades importam. Se você não se valoriza, não se cuida e não se defende, você está se sabotando. Lembre-se, é possível cuidar das suas próprias necessidades e ao mesmo tempo cuidar das pessoas ao seu redor. E quando as suas necessidades forem atendidas, você provavelmente vai ser muito mais capaz de ajudar aqueles que precisam de você.
5. Comece a ser você mesmo, genuinamente e orgulhosamente. – Tentar ser qualquer outra pessoa é um desperdício da pessoa que você é. Seja você mesmo. Abrace essa pessoa dentro de você, que tem ideias, força e beleza como ninguém. Seja a pessoa que você sabe que você é – a melhor versão de você – do seu jeito. Acima de tudo, seja fiel a VOCÊ, e se seu coração não quiser fazer algo, então não faça.

seja você mesmo

6. Comece a prestar atenção e viver no presente. – O agora é um milagre. Agora é o único momento garantido para você. Agora é a vida. Então pare de pensar em como as coisas vão ser ótimas no futuro. Pare de ficar pensando sobre o que você fez ou deixou de fazer no passado. Aprenda a ficar no “aqui e agora” e experimentar a vida enquanto ela está acontecendo. Aprecie o mundo pela beleza que ele possui nesse momento.
7. Comece a valorizar as lições que seus erros ensinam. – Tudo bem errar. Os erros são os degraus do progresso. Se você não está falhando de vez em quando, você não está se esforçando o suficiente e você não está aprendendo. Assuma riscos, tropece, caia, e, em seguida, levante-se e tente novamente. Aprecie que você está se esforçando, aprendendo, crescendo e melhorando. Conquistas significativas são quase invariavelmente realizadas no final de um longo caminho de fracassos. Um dos “erros” que você teme pode ser apenas o elo para o seu maior feito na vida.
8. Comece a ser mais gentil com você mesmo. – Se você tivesse um amigo que falasse com você da mesma forma como, às vezes, você fala com você mesmo, quanto tempo você permitiria que essa pessoa fosse sua amiga? A maneira como você se trata estabelece o padrão para os outros. Você deve amar quem você é ou ninguém mais irá.
9. Comece a desfrutar as coisas que você já tem. – O problema com muitos de nós é que pensamos que vamos ser feliz quando alcançarmos certo nível na vida – um nível que outros conseguiram – seu chefe com seu escritório de canto, o amigo de um amigo que é dono de uma mansão na praia, etc. Infelizmente, pode levar algum tempo antes que você chegue lá, e quando você chegar lá, você provavelmente vai ter um novo destino em mente. Você vai acabar gastando toda a sua vida trabalhando em direção a algo novo, sem nunca parar para apreciar as coisas que você tem agora. Então, fique em silêncio todas as manhãs quando você acordar, e aprecie onde você está e o que você já tem.
10. Comece a criar sua própria felicidade. – Se você está à espera de alguém para lhe fazer feliz, você está perdendo tempo. Sorria porque você pode. Escolha a felicidade. Seja a mudança que você quer ver no mundo. Seja feliz com quem você está agora, e deixe a sua positividade inspirar sua jornada para o amanhã. Felicidade é frequentemente encontrada quando e onde você decide procurá-la. Se você procurar a felicidade dentro das oportunidades que você tem, você acabará por encontrá-la. Mas se você constantemente procurar outra coisa, infelizmente, você vai encontrar isso também. Leia Tropeçar na Felicidade.
11. Comece a dar uma chance para as suas ideias e sonhos. – Na vida, raramente é sobre ter uma oportunidade, mas sim sobre se arriscar. Você nunca vai estar 100% certo que vai funcionar, mas você sempre pode estar 100% certo que não fazer nada não vai funcionar. Na maioria das vezes você só precisa ir em frente! E não importa o resultado, sempre acaba do jeito que deveria ser. Ou você tem sucesso ou você aprende alguma coisa. De qualquer jeito, você ganha.

criar sua propria felicidade

12. Comece a acreditar que você está pronto para a próxima etapa. – Você está pronto! Pense nisso. Você tem tudo que você precisa agora para dar o próximo passo adiante, pode ser pequeno, mas deve ser realista. Então abrace as oportunidades que surgem em seu caminho, e aceite os desafios – eles são presentes que irão ajudá-lo a crescer.
13. Comece novos relacionamentos pelas razões certas. – Entre em novas relações com pessoas confiáveis, honestas, que refletem a pessoa que você é e a pessoa que você quer ser. Escolha amigos que você tem orgulho de conhecer, pessoas que você admira e que demonstram amor e respeito por você – pessoas que retribuem sua bondade e seu compromisso. E prestam atenção ao que as pessoas fazem, porque as ações de uma pessoa são muito mais importantes do que suas palavras ou como os outros a descrevem.
14. Comece a dar uma chance às novas pessoas que você encontra. – Parece desagradável, mas você não pode manter cada amigo que você já fez. As pessoas e suas prioridades mudam. Assim como alguns relacionamentos vão desaparecer, outros vão crescer. Aprecie a possibilidade de novas relações enquanto você naturalmente larga mão das antigas que não funcionam mais. Confie em seu julgamento. Abrace novas relações, sabendo que você está entrando em território desconhecido. Esteja pronto para aprender, esteja pronto para o desafio e esteja pronto para encontrar alguém que pode mudar sua vida para sempre.
15. Comece a competir contra uma versão anterior de você mesmo. – Seja inspirado pelos outros, aprecie os outros, aprenda com os outros, mas saiba que competir contra eles é um desperdício de tempo. Você está em competição com uma pessoa e apenas uma – você mesmo. Você está competindo para ser o melhor que você pode ser. Vise quebrar seus próprios recordes pessoais.

competir

16. Comece a torcer pela vitória das outras pessoas. – Comece a perceber o que você gosta nos outros e diga a eles. Apreciar o quão incrível as pessoas ao seu redor são conduz a lugares, bons, produtivos, gratificantes e pacíficos. Então, fique feliz por aqueles que estão progredindo. Torça pelas suas vitórias. Seja grato abertamente pelas bênçãos que eles receberam. O que vai, volta, e mais cedo ou mais tarde, as pessoas para quem você está torcendo começarão a torcer por você.


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

17. Comece a olhar para o lado positivo nas situações difíceis. – Quando as coisas estão difíceis, e você se sente para baixo, faça algumas respirações profundas e procure o lado positivo – os pequenos sinais de esperança. Lembre-se que você pode e vai ficar mais forte quando esses tempos difíceis passarem. E permaneça consciente de suas bênçãos e vitórias – todas as coisas em sua vida que estão bem. Concentre-se no que você tem, não no que você não tem
18. Comece a perdoar a si mesmo e aos outros. – Todos nós fomos feridos pelas nossas próprias decisões e pelos outros. E enquanto a dor dessas experiências é normal, às vezes perdura por muito tempo. Nós revivemos a dor repetidamente e temos dificuldade em deixá-la ir. O perdão é o remédio. Isso não significa que você está apagando ou esquecendo o que aconteceu no passado. Isso significa que você está deixando de lado o ressentimento e a dor, e está escolhendo aprender com o incidente e seguir em frente com sua vida.
19. Comece a ajudar aqueles que estão a sua volta. – Se preocupe com as pessoas. Oriente-as se você souber um caminho melhor. Quanto mais você ajudar os outros, mais eles vão querer ajudá-lo. Amor e bondade gera amor e bondade. E assim por diante.
20. Comece a ouvir a sua voz interior. – Se isso ajuda, discuta suas ideias com as pessoas mais próximas de você, mas dê a você mesmo espaço suficiente para seguir a sua própria intuição. Seja fiel a si mesmo. Diga o que você precisa dizer. Faça o que o seu coração diz que está certo.

forca-de-vontade-5

21. Comece a ficar atento ao seu nível de estresse e faça pausas curtas. – Vá mais devagar. Respire. Dê a você mesmo permissão para fazer uma pausa, reagrupar e avançar com clareza e propósito. Quando você estiver muito ocupado, um breve recesso pode rejuvenescer a sua mente e aumentar a sua produtividade. Estas pausas curtas vão ajudá-lo a recuperar sua sanidade e refletir sobre suas ações recentes, assim você pode ter certeza que elas estão alinhadas com seus objetivos.
22. Comece a perceber a beleza dos pequenos momentos. – Em vez de esperar que grandes coisas aconteçam – casamento, filhos, grande promoção, ganhar na loteria – encontre a felicidade nas pequenas coisas que acontecem todos os dias. Pequenas coisas, como tomar tranquilamente uma xícara de café no início da manhã, ou o delicioso cheiro e sabor de uma refeição caseira, ou o prazer de compartilhar algo que você gosta com outra pessoa ou ficar de mãos dadas com o seu parceiro. Perceber esses pequenos prazeres diariamente faz uma grande diferença na qualidade de sua vida.
23. Comece a aceitar as coisas quando elas não são perfeitas. – Lembre-se, “perfeito” é o inimigo do “bom”. Um dos maiores desafios para as pessoas que querem melhorar a si mesmas e melhorar o mundo é aprender a aceitar as coisas como elas são. Às vezes é melhor aceitar e apreciar o mundo como ele é, e as pessoas como elas são, em vez de tentar fazer com que tudo e todos estejam em conformidade com um ideal impossível. Não, você não deve aceitar uma vida medíocre, mas deve aprender a amar e valorizar as coisas até mesmo quando elas não são perfeitas.
24. Comece a trabalhar na direção dos seus objetivos todos os dias. – Lembre-se, a viagem de mil quilômetros começa com um passo. Seja qual for o seu sonho, todo dia dê um passo pequeno, mas coerente, para que seu sonho aconteça. Vá lá e faça alguma coisa! Quanto mais você trabalhar, mais sorte você terá. Enquanto muitos de nós dizemos, em algum momento durante o curso de nossas vidas, que queremos seguir a nossa vocação, poucos são aqueles astutos que realmente trabalham para que isso aconteça. Por “trabalhar por isso”, eu quero dizer se dedicar consistentemente ao resultado final.
25. Comece a dizer mais como você se sente. – Se você está sofrendo, dê a você mesmo o espaço e o tempo necessário para se sentir a dor, mas esteja aberto sobre isso. Converse com as pessoas mais próximas a você. Diga-lhes a verdade sobre como se sente. Deixe-os ouvir. O simples ato de desabafar é o seu primeiro passo para se sentir bem novamente.

raiva

 

26. Comece a tomar plena responsabilidade pela sua vida. – Seja responsável pelas suas escolhas e pelos seus erros, e esteja disposto a tomar as medidas necessárias para melhorar de acordo com eles. Ou você assume responsabilidade pela sua vida ou alguém o fará. E quando alguém o fizer, você vai se tornar um escravo das suas ideias e sonhos em vez de um pioneiro dos seus próprios sonhos. Você é o único que pode controlar diretamente o resultado da sua vida. E não, não vai ser sempre fácil. Cada pessoa tem uma pilha de obstáculos na frente delas. Mas você tem que assumir a responsabilidade pela sua situação e superar esses obstáculos. Optar pelo contrário é escolher uma vida de mera existência.
27. Comece a nutrir seus relacionamentos mais importantes. – Leve para a sua vida, e para as vidas daqueles que você ama, verdadeira e honesta alegria com o ato simples de lhes dizer regularmente o quanto eles significam para você. Você não pode ser tudo para todos, mas você pode ser tudo para algumas pessoas. Decida quem são essas pessoas em sua vida e trate-as como se fossem da realeza. Lembre-se, você não precisa de certo número de amigos, apenas um número de amigos que você pode contar.
28. Comece a se concentrar nas coisas que você pode controlar. – Você não pode mudar tudo, mas você sempre pode mudar alguma coisa. Desperdiçar seu tempo, talento e energia emocional com coisas que estão além do seu controle é uma receita para a frustração, miséria e estagnação. Invista sua energia nas coisas que você pode controlar e aja sobre elas agora
29. Comece a se concentrar na possibilidade dos resultados positivos. – A mente tem que acreditar que pode fazer alguma coisa antes que seja realmente capaz de fazê-la. O caminho para superar os pensamentos negativos e as emoções destrutivas é desenvolver emoções positivas que são mais fortes e mais poderosas. Ouça a sua voz interior e substitua pensamentos negativos por positivos. Independentemente de como a situação parece, foque sobre o que você quer que aconteça e, em seguida, dê o próximo passo positivo. Não, você não pode controlar tudo o que acontece com você, mas você pode controlar como você reage às coisas. A vida de todos tem aspectos positivos e negativos. A longo prazo, você ser ou não ser feliz e bem-sucedido depende muito de quais são os aspectos mais focados na sua vida. Leia The How of Happiness.

sonhos e desejos

30. Comece a perceber o quão rico você é agora. – Henry David Thoreau disse certa vez: “Riqueza é a capacidade de experimentar a vida plenamente.” Mesmo quando os tempos estão difíceis, é sempre importante manter as coisas em perspectiva. Você não foi dormir com fome na noite passada. Você não dormiu na rua. Você pôde escolher que roupa vestir esta manhã. Você não se cansou hoje. Você não gastou um minuto com medo. Você tem acesso à água potável. Você tem acesso a cuidados médicos. Você tem acesso à Internet. Você pode ler. Alguns poderiam dizer que você é incrivelmente rico, então se lembre de ser grato por todas as coisas que você tem.
Crédito: marcandangel.com

Hipervitaminose – O que a ingestão exagerada de vitaminas pode causar!

Postado em Atualizado em

       A Hipervitaminose (Excesso de Vitaminas) é decorrente da ingestão ou administração exagerada de suplementos multivitamínicos ou alimentos vitaminados.
      Para um bom funcionamento, o organismo requer equilíbrio. Isso significa comer alimentos variados e em quantidade moderada. Lembre-se que na alimentação, a quantidade nem sempre é qualidade.
     Mesmo os nutrientes considerados saudáveis e necessários, quando ingeridos em excesso, podem causar problemas. Os casos de intoxicação por vitaminas A,D,E e K ( que são armazenadas nos tecidos do corpo) são mais comuns do que as ocorrências de hipervitaminose C e do complexo B ( que se dissolvem em água).
     Os sintomas mais conhecidos são:371055-bepantol_para_labios-ressecados


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

HIPERVITAMINOSE A: Náuseas; vômitos; queda de cabelo; ressecamento, aspereza e descamações da pele; fissuras nos lábios; fraquezas; dores nas articulações; câimbras; lesões hepáticas; falta de apetite; irritabilidade; aumento do baço e do fígado; anorexia, etc.
HIPERVITAMINOSE D: Fraqueza; irritabilidade; danos permanentes aos rins; problemas de calcificação óssea; retardo do crescimento; e excesso de cálcio no sangue.
HIPERVITAMINOSE E: Aumenta a necessidade de vitamina K; atrapalha a coagulação sanguínea; aumenta as chances de sangramento e hemorragia.
HIPERVITAMINOSE K: Pode provocar anemia e lesões no fígado; pode ocasionar icterícia em crianças.
Atenção: No caso da verificação dos sintomas não se automedique ou restrinja sua alimentação. Procure orientação médica.

Sinais e Sintomas mais comuns do Câncer

Postado em Atualizado em

Os sinais e sintomas podem ser a indicação de uma lesão ou doença ou de que algo não está bem no organismo.
Um sinal é uma marca que pode ser vista por alguém, um parente, médico, enfermeiro ou outro profissional de saúde. Por exemplo, febre, respiração rápida e ruído pulmonar anormal na ausculta com estetoscópio podem ser sinais de pneumonia.atitudes-simples-mantem-e-prolongam-sua-saude-1-422
Um sintoma é um sinal que é sentido ou percebido pela pessoa que o tem, mas não pode ser facilmente visto por outras pessoas. Por exemplo, fraqueza, dor e sensação de falta de ar podem ser também sintomas de pneumonia.
Ter um sinal ou sintoma pode não ser o suficiente para diagnosticar a causa. Por exemplo, uma erupção em uma criança pode ser um sinal de uma série de coisas, como sarampo, infecção na pele ou uma alergia alimentar. Mas, se a criança tiver uma erupção junto com outros sinais e sintomas como febre alta, calafrios, e dor de garganta, o médico pode solicitar um exame de imagem para identificar a causa.
Às vezes, os sinais e sintomas de um paciente não fornecem pistas suficientes para que o médico possa ter certeza do que está causando a doença. Podem ser necessários exames complementares como os de imagem, exames de sangue ou ainda uma biópsia.
É importante conhecer alguns dos sinais e sintomas mais comuns do câncer. Mas lembre-se, ter um desses sintomas não significa que você tenha câncer, pois muitas outras coisas também podem causar esses sinais e sintomas. Entretanto, se você tiver algum destes sintomas, por um longo período de tempo ou se piorarem, consulte um médico para descobrir a causa.
 
Perda de Peso Inexplicada – A maioria das pessoas com câncer perderão peso em algum momento. Uma perda de peso inexplicada de 10 quilos ou mais pode ser o primeiro sinal de câncer. Isso acontece na maioria das vezes com o câncer de pâncreas, estômago, esôfago ou de pulmão.
Febre – A febre é muito comum em pessoas com câncer, mas isso geralmente acontece com a disseminação da doença. Quase todos os pacientes com câncer terão febre em algum momento, principalmente se a doença ou o tratamento afeta o sistema imunológico. Com menos frequência, a febre pode ser um sinal precoce de um câncer, como leucemia ou linfoma.
Fadiga – A fadiga é um cansaço extremo que não melhora com o repouso. Ela pode ser um sintoma importante quando o câncer está se desenvolvendo, como a leucemia. Alguns tipos de câncer de cólon ou de estômago podem causar perda de sangue sem razão aparente, o que é outra forma do câncer provocar fadiga.
Dor – A dor pode ser um sintoma precoce de alguns tipos de câncer, como tumor ósseo ou câncer de testículo. Dor de cabeça que não passa ou melhora com tratamento pode ser um sintoma de um tumor cerebral. Dor nas costas pode ser um sintoma de câncer colorretal ou de ovário. Na maioria das vezes, a dor devido ao câncer significa que a doença já se disseminou.
Alterações na Pele O câncer de pele e alguns outros tipos de câncer podem causar alterações na pele, como hiperpigmentação, icterícia, eritema ou prurido.
Sinais e Sintomas de alguns Tipos de Câncersintomas do câncer
Além dos sintomas mais comuns, também se deve prestar atenção para alguns outros sinais e sintomas que possam sugerir um câncer. Mais uma vez, podem existir outras causas para cada um desses sintomas, portanto, é importante consultar um médico para que seja feito o diagnóstico.
Mudança nos Hábitos Intestinais ou da Função da Bexiga – Constipação a longo prazo, diarreia ou alteração nas fezes pode ser um sinal de câncer colorretal. Dor ao urinar, sangue na urina ou uma alteração na função da bexiga, por exemplo, necessidade de urinar com maior ou menor frequência do que o habitual, pode estar relacionada ao câncer de bexiga ou de próstata. Converse com seu médico sobre qualquer alteração na bexiga ou na função intestinal.
Ferida que não Cicatriza – Os cânceres de pele podem sangrar e são similares a feridas que não cicatrizam. Uma ferida de longa data na boca poderia ser um câncer de boca. Isto deve ser tratado imediatamente, especialmente em pessoas que fumam, mastigam tabaco ou que ingerem álcool com frequência. Feridas no pênis ou na vagina podem ser sinais de infecção ou de um câncer em estágio inicial e devem ser examinadas por um médico.
Manchas Brancas na Boca ou Língua – Manchas brancas dentro da boca e na língua pode ser leucoplasia. A leucoplasia é uma área pré-cancerígena causada por irritação frequente, muitas vezes causada pelo fumo ou outro uso do tabaco. As pessoas que fumam cachimbos ou mastigam tabaco têm alto risco para leucoplasia. Se não for tratada, a leucoplasia pode se tornar um câncer de boca. Quaisquer alterações na boca de longa data devem ser imediatamente examinadas por um médico ou dentista.
Hemorragia – Hemorragia pode acontecer no câncer inicial ou avançado. Tosse com sangue no escarro pode ser um sinal de câncer de pulmão. Sangue nas fezes pode ser um sinal de câncer colorretal. O câncer de colo do útero ou de endométrio pode causar sangramento vaginal importante. Sangue na urina pode ser um sinal de câncer de bexiga ou câncer de rim. Uma secreção sanguinolenta do mamilo pode ser um sinal de câncer de mama.
Espessamento ou Nódulo na Mama ou em outras Partes do Corpo – Muitos tipos de câncer podem ser sentidos através da pele. Estes cânceres ocorrem principalmente na mama, testículos, gânglios linfáticos e tecidos de partes moles. Um nódulo ou espessamento pode ser um sinal precoce ou tardio do câncer e deve ser relatado ao médico, especialmente se você acabou de encontrar ou perceber que cresceu em tamanho. Alguns cânceres de mama aparecem como pele avermelhada ou grossa.
Indigestão ou Dificuldade para Engolir – Problemas de indigestão ou deglutição que persistem podem ser sinais de câncer do esôfago, estômago ou faringe. Mas, como a maioria dos sintomas apresentados aqui, eles são mais frequentemente causados por outras patologias.
Alterações numa Pinta ou qualquer Mudança na Pele – Qualquer verruga, mancha ou sarda que altere de cor, tamanho ou forma, ou que muda suas bordas deve ser imediatamente examinada por um médico. Uma alteração na pele pode ser um melanoma que, quando diagnosticado no início, pode ser tratado com sucesso.
Tosse Persistente ou Rouquidão – Tosse persistente pode ser um sinal de câncer de pulmão. Rouquidão pode ser um sinal de câncer de laringe ou câncer de tireoide.
Outros Sintomas
Os sinais e sintomas relacionados acima são os mais comuns observados com o câncer, mas existem muitos outros. Se notar quaisquer alterações importantes no funcionamento do seu organismo ou se sentir algo diferente, consulte imediatamente um médico para que a causa seja diagnosticada e, se necessário, iniciado o tratamento.

 

Original em : Instituto Oncologia

Alergia ao leite: quando a proteína do leite é a inimiga

Postado em

        A estudante Carla Fabieny Brito, de 28 anos, ficava muito tempo doente e não conseguia entender o porquê. Gripe, sinusite, dor no estômago e gastrite eram constantes. “Todas as inflamações que eu podia ter eu tive”, ressalta Carla. Desconfiada que a sua imunidade não estivesse normal, Carla então pediu a sua médica que fizesse todos os exames necessários. Faz cinco meses que a estudante descobriu que tem alergia à proteína do leite.
      “A orientação médica foi a de cortar o leite completamente. Não posso consumir nada, meu nível de alergia é bem alto. Melhorei bastante, desde então não fiquei mais doente e não tive mais infecção”, relata Carla Brito. A alergia ocorre quando os anticorpos identificam a proteína do leite como um corpo estranho, o que desencadeia uma série de reações alérgicas por todo o corpo, explica Serly Francine Mergulhão Casella, médica da Unidade Básica de Saúde (UBS) 317 de Samambaia, no Distrito Federal. A alergia é diferente da intolerância à lactose, conheça as diferenças entre os dois casos aqui.

leite e derivados proteinas alergia

       A alergia ao leite geralmente se manifesta quando a pessoa ainda é criança. Mas casos como a de Carla Brito não são improváveis, apenas de mais raros. Juliana Marchiori Praça Valente é pediatra e têm dois filhos pequenos, um de três meses e uma de 1 ano e 8 meses. Os dois sofrem com a alergia ao leite, o que a fez se especializar em gastro-pediatria. Ela mesma teve alergia ao leite quando era criança. “A predisposição à alergia ao leite é hereditária. Tive alergia quando era criança. Minha predisposição passou para eles”, comenta.
        Juliana explica que sua alergia acabou quando deixou de ser criança. “A grande maioria ganha tolerância ao leite depois que cresce. Como se o sistema imunológico aprendesse a tolerar aquela proteína”, explica a pediatra. Ela conta que pesquisas recentes identificam que de 5% a 8% dos bebes têm alergia ao leite e 0,5% a 1% dos adultos desenvolvem essa alergia.
       Existem inúmeros sintomas que podem indicar a alergia ao leite. Desde sintomas respiratórios, como ataques de asma, até infecções no ouvido, sangue ou muco nas fezes, diarreia e refluxo. “A primeira coisa é falar com um médico. Caso o pediatra não tenha experiência com alergias, então se deve procurar um alergista ou um gastro-pediatra”, sugere Juliana Marchiori.
      O acompanhamento de um especialista é fundamental porque algumas alergias são mais perigosas e podem reagir com o simples cheiro do leite, como quando é fervido ou até mesmo no contato com cremes ou cosméticos que contenham a proteína. “A alergia tem diferentes graus de sensibilidade. E é o especialista que irá dizer o que precisa de cuidado e o que não precisa em cada caso”, argumenta a pediatra.
       Carla Fabieny Brito, que desenvolveu a alergia depois de adulta, relata a dificuldade em alterar o cardápio e mudar os hábitos. “Consumia muito leite e muito queijo. No começo passava fome. Quase tudo tem leite e não sabemos, por isso evitava comer. Perdi muitos quilos. Também não costumo mais comer na rua porque quem serve às vezes não sabe informar se o alimento contém leite”, narra Carla.
       Importante lembrar que o leite materno não gera alergia nos bebês. A alergia é devido ao leite consumido pelas mães que amamentam. Portanto, ao constatar alergia na criança, a mãe deve suspender todo o leite e seus derivados da alimentação e não oferecer complemento de leite ao bebê. “Em alguns casos é preciso substituir o leite materno pelo complemento de leite, mas isso pode desencadear a alergia na criança”, explica Juliana.

 

Fonte: Ministério da Saúde